19.4.11

Vai um mate aí?

Muitos pensam que não, mas Guarapuava tem seus costumes e culturas. O guarapuavano tem do que se orgulhar e dizer: Essa é a nossa cultura! Uma delas é a cultura do chimarrão, um tipo de bebida servida em um recipiente, a cuia, que mistura água quente e erva natural.



O chimarrão é popular em todo o sul do país, em outras regiões a quem nem saiba o que é, ele também é consumido em outros países da América do Sul, mais precisamente na Argentina, Paraguai e Uruguai. Porém, o produto é consumido de diversas maneiras, cada comunidade tem suas particularidades de tomar o seu chimarrão. Existem pessoas que gostam de tomá-lo sozinhas enquanto refletem, outras preferem degustá-lo no trabalho ao invés do tradicional cafézinho, e claro, há uma grande parcela que prefere compartilhar em grupos chamados "roda de prosa".



Em Guarapuava, essas questões também aparecem, mas com suas maneiras particulares. É comum pela manhã ver as pessoas na janela ou em frente as casas com uma cuia na mão e ao lado a garrafa térmica ou uma chaleira, esse é o chimarrão não compartilhado. Durante a tarde, é o momento do mate ser consumido em grupo, as famílias se reúnem para tomar o chimarrão e colocar as conversas em dia. Outro momento em que o chimarrão figura entre as famílias é quando chegam as visitas. Faz parte de cortesia e boa recepção, independente da hora do dia, oferecer o tradicional chimarrão.



É bom lembrar que apesar de ser uma bebida tomada com água quente, o chimarrão não faz parte apenas no inverno da cultura dessas pessoas. Em muitas famílias, ele pode ser chamado de ritual, seguido todos os dias, inclusive nas tardes de forte verão. Isso sim pode ser chamado de costume, uma cultura que deve prevalecer por muito tempo, afinal é comum ver as crianças em volta pedindo para saborear o famoso mate.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
| Design by Free WordPress Themes and Kurpias| Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes and Kurpias |