Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2015

A voz de Carine Nunes

Há alguém que não goste de música? Seja pop, rock, sertanejo, instrumental, reggae, algum estilo faz o seu gosto. Ela é tão importante que é capaz de marcar grandes cenas do cinema, como "Singin' in the Rain" em Dançando na Chuva e “Moon River” em Bonequinha de Luxo.
Em Guarapuava, a cantora e professora de artes, Carine Nunes, lançou a música Tudo Bem. Os primeiro passos de um grande sonho já estão em andamento. Desde criança já tinha essa paixão, tendo o seu primeiro contato aos sete anos dentro da igreja. “Quando criança eu sempre cantei e com 14 anos comecei a estudar teoria e técnica musical com as professoras Eliane e Sonia da Unicentro”, comenta. Esse era o princípio de uma carreira, o timbre que vem escrito no início de toda partitura, nesse caso, a da sua vida.
Carine Nunes já trabalha na produção do seu CD solo

A guarapuavana, que busca harmonia entre sua carreira e as aulas de violão e artes, comenta que possui vários projetos anotados e que Tudo Bem surgiu assi…

Tudo Que Aprendemos Juntos estreia hoje nos cinemas

O filme baseado na história verídica da criação da Orquestra Sinfônica do Heliópolis possui trilhas sonoras marcantes


Mas, até agora, o que chamou mais atenção nas redes sociais foi o clipe dos créditos finais do filme. Rimas inéditas do cantor Sabotage fluíram em perfeita harmonia com arranjos feitos pela Orquestra Sinfônica do Heliópolis, para a música Respeito É Lei.
Imagens de Sabotage, junto com cenas do filme protagonizado por Lázaro Ramos e com a primeira participação no cinema do rapper Criolo, formam o vídeo do tão esperado filme que foidirigido por Sérgio Machado, e terá sua estreia dia três de dezembro nos cinemas.

Rap e música clássica caminharão juntos no longa-metragem sobre a orquestra da maior favela da São Paulo,artistas como Z'África Brasil, Mano Brown e Emicida compõe a trilha sonora junto com Sabotage.




confira o vídeo:





Boom drag surge no Paraná

Drag Queens são performáticos que se travestem com um intuito artístico de entretenimento. O termo drag surgiu no início da história do teatro, onde homens representavam a figura feminina, “dressed as a girl”, já que as próprias eram impedidas de se apresentarem nos palcos. A cultura começou a tornar-se popular durante os anos 1980 e 1990, no momento em que a cultura gay começou a crescer. Em 2009, a televisão americana lançou o reality show Rupaul’s Drag Race, apresentado por RuPaul, onde a mesma procura uma sucessora ao título de “america’s next drag superstar”. O programa trouxe uma valorização que estava escondida para as artistas, conquistando uma diversidade grande de fãs, principalmente, no Brasil. “Comecei a assistir no netflix e acabei viciando. Já vi as sete temporadas, virei fã”, admite o estudante de publicidade Mateus Pontarolo. Já o Paraná que sempre foi uma caixa de talentos para muitos artistas novos, não é diferente nesse cenário. NeonQueen está entrando agora nesse mun…