Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2018

Obras vestibular da UNICENTRO Relato de um certo oriente

Obras vestibular Unicentro: Toda Poesia (Paulo Leminski) e Viagem no espelho (Helena Kolody)

Obras vestibular UNICENTRO: Contos de Montanha

Inclusão de Conceição Evaristo à Academia Brasileira de Letras é afirmação da intelectualidade negra

A Academia Brasileira de Letras é uma instituição literária fundada no Rio de Janeiro em 1897 por nomes como Machado de Assis, Olavo Bilac, Afonso Celso e Joaquim Nabuco.  Desde então, é composta por 40 membros efetivos e outros tantos perpétuos, os chamados imortais, mais vinte sócios estrangeiros.
Uma das mais respeitadas e longevas concentrações de intelectuais, a ABL ganhou vida apenas nove anos depois da abolição da escravidão no Brasil em maio 1888. Apesar de ter sido fundada e presidida pelo escritor negro Machado de Assis, a Academia Brasileira de Letras sempre foi um espaço de exclusão da intelectualidade negra, refletindo assim práticas ainda comuns de um país racista. Lima Barreto ouviu de Monteiro Lobato que não poderia fazer parte do clube porque era preto. Os tempos avançaram e ao longo do século a intelectualidade negra, especialmente na literatura, se viu obrigada a traçar caminhos paralelos, muitas vezes mais árduos. Realidade retratada com fidelidade em Quarto de Desp…