Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

Qual o nome do filme?

Guarapuava iria ser mais agitada assim, concorda comigo?

Falta de tempo: a desculpa da moda

Ei, você! Já usou essa desculpa hoje? E ontem? Tá, mas eu tenho certeza que você já ouviu alguém dizendo...Porque hoje é assim. Uns falam que não dá para fazer tal coisa porque precisa estudar. Outros já acham que o trabalho ocupa todo o tempo. Quem faz as duas coisas, então, nossa! Mal tem tempo de respirar! Mas será que é assim mesmo?Já parou para pensar que por mais que você ache que faz coisa demais, que seu tempo é curto, sempre tem alguém que faz mais atividades do que você?Isso me faz lembrar uma frase,que uma das pessoas que eu mais admiro, disse-me: “O tempo é a gente que faz.”E não é que é exatamente isso?Talvez devêssemos nos espelhar mais em quem “se vira nos trinta” durante um único dia, porque se afinal as 24 horas do dia são as mesmas para todos, porque uns dão conta e outros não?Ok, não vou negar que ficar numa boa, despreocupado com tarefas é mesmo relaxante. Mas quem fica na ativa 24 horas por dia garante que o resultado pode ser satisfatório!Para pensar num dia em q…

WILLLSOON!

Olha onde o Wilson foi parar.


A limpeza do lago vai trazer muitas surpresas...

Contrastes...

Contraste do tempo: Do lado esquerdo uma aula inaugural da Unicentro, antiga FAFIG no ano de 1975. Já do lado direito, também uma aula inaugural, mas em fevereiro de 2011.(Fonte: Arquivo Histórico da Unicentro e banco de imagens do site)
Realmente um contraste de aparências, de costumes, de modos... É interessante como uma geração se transforma tanto em tão pouco tempo (36 anos nem é tempo demais, vai...). E é assim que é. Hoje nos achamos moderninhos, antenados em tudo o que o mundo moderno pode nos oferecer, mas é daqui há alguns anos que a gente vai perceber que ainda dava pra melhorar muita coisa. Sempre vai dar.Roupas, costumes, modos... tudo pode mudar, mas uma característica permanece a mesma: a vontade de estar em uma universidade em busca da formação acadêmica.
É, estamos aqui pra isso :)

É nosso meme!

Andy Kloster viu o indio no Museu Oscar Niemeyer

Literalmente! hehe!

Uma história de superação

Pés descalços, trabalho na roça, dificuldades financeiras. Isso foi apenas um pouco da infância humilde, daquele que não pode comprar seu primeiro tênis e ganhou de uma antiga professora, o famoso “chinesinho”, um calçado antigo. Durante a manhã estudar, a tarde trabalhar na roça e depois praticar esportes, essa foi a infância e adolescência de Rodrigo Lima, corredor de Guarapuava, que começou sua carreira com a força de vontade no interior de Guarapuava, na localidade de Paiquerê. Um local distante de tudo, mas que não fez com que os sonhos se perdessem. “Antes a gente esperava o ano todo pra correr a São Silvestre de Guarapuava, ou alguma prova que acontecia uma vez por ano na cidade” relembra Lima em meio aos treinos na pista municipal. Como todos os dias de treino, na manhã da ultima quinta-feira (12), Rodrigo corria na pista ao lado do Ginásio Joaquim prestes, camisa suada, sol da manhã e uma determinação: se preparar para vencer uma maratona. Esse é o sonho de quem diariamente pe…

Um passado não tão distante...

Fonte: Jornal Folha do Oeste, 21 de setembro de 1975.

Esqueceu de viver?

*clique na imagem para ver em tamanho maior*

Texto publicado na Folha do Oeste, jornal de Guarapuava, em 21 de setembro de 1975.
36 anos depois, e essa reflexão ainda nos parece atual.
O mundo muda e as pessoas continuam as mesmas? Ou será que são as angústias que nunca mudam?
Mas e você, está vivendo ou simplesmente existindo?
"Pare... Pense... Analise"
Boa Semana!

Eu vi o índio tietando o Justin Bieber

Tem gosto pra tudo...

Secretário de Estado de Cultura Paulino Viapiana recebeu o ante-projeto de teatro de Guarapuava

Viapiana achou o projeto audacioso e importante para a cidade e prometeu criar um grupo de trabalho para viabilizar a obra.



Um sonho antigo de Guarapuava: a construção de um teatro municipal. Na tarde da última quarta-feira,11, um passo importante foi dado. Um ante-projeto da obra foi apresentado ao secretário Paulino Viapiana em uma reunião com diversas entidades da sociedade guarapuavana. A reunião aconteceu na sede da secretaria de Cultura do Paraná em Curitiba.
O secretário Viapiana usou o termo “agora a bola está com a gente”, comprometendo-se em criar um grupo de trabalho para viabilizar a construção. “Para uma obra tão grandiosa precisamos do envolvimento de todos. Prefeitura, Estado e União em a iniciativa privada, todos devem fazer a sua parte” afirmou o secretário.
O ante-projeto foi elaborado pela Alac (Academia de Letras, Artes e Ciência de Guarapuava). “ Apresentar este projeto ao secretário foi um passo importante. A causa é nobre e todos estão envolvidos em prol dela” a…

E o Índio vai para....

O índio viu o reconhecimento da união gay

Eu vi o Índio nas Cataratas do Iguaçú..

Fotografe o tempo

Arquivo pessoal.

No Limite da Razão

127 Horas (2010, dir. Danny Boyle) não foi o grande ganhador do Oscar, mas Danny Boyle acertou em cheio nesse filme. Foram as 127 horas mais certeiras de sua vida. Além da história emocionante, aventureira, surpreendente, empolgante, um diferencial é o enquadramento. Boyle abusou de ângulos diferentes, como, por exemplo, a filmagem de dentro da garrafa de água. As cenas foram perfeitamente montadas e os mínimos detalhes ficam evidentes nas quedas, corredeiras de água e desmoronamentos.
Baseado em uma história real, o filme conta a aventura trágica do alpinista Aron Ralston que, em abril de 2003, colocou sua mochila nas costas e partiu sozinho para explorar uma área montanhosa no deserto de Utah (nos Estados Unidos). Acostumado a praticar esportes radicais, ele não poderia imaginar que um deslizamento o deixaria cinco dias com o braço preso embaixo de uma rocha. Uma atuação excelente de James Franco, que faz o espectador se colocar no lugar do personagem e compartilhar seus sentimentos e…

Corinthians 0 x 0 Santos ! Eu vi o índio sendo expulso...

E você, viu o índio aonde?

Tiram casquinha de tudo, não vão tirar do Osama?

São muitos os palpites a respeito da morte de Osama Bin Laden. Algumas pessoas acham que ele já estava morto há algum tempo e tinha deixado todos os comandos para seus seguidores, outros acham que ele ainda está vivo e que os americanos encontraram o cara errado. E outros acham ainda, que a notícia da morte de Bin Laden foi uma jogada do Presidente dos Estados Unidos Barack Obama, para tentar dar um Up em sua popularidade que andava em baixa.

Se a morte do terrorista for de fato verdade, pode ser que Obama não suporte a pressão e dê um jeito de divulgar as provas, afinal, como bem sabemos nós e a platéia do Silvio Santos: "eu só acredito? vendo." E se abusar, deixa ver mesmo, afinal, não há imagem forte demais que não possa ser passada ao menos em cinco jornais televisivos diários. Deixa ver mesmo, não há imagem forte demais que não saia das nossas cabeças em pouco mais de semanas. As imagens das crianças ensanguentadas de Realengo ninguém se lembra mais.

Ou ainda, pode ser qu…

Eu vi o Índio na mão do Osama...

Não Me Abandone Jamais

Melancólico, intrigante, abrangente...Emocionante.

Não Me Abandone Jamais é um filme que nos faz pensar a vida, sobre escolhas e, porque não dizer, sobre o destino de uma maneira diferente.

Como você se sentiria se soubesse que viveria não mais que trinta anos?

Baseado no romance de mesmo título do escritor Ishiguro e dirigido por Mark Romanek, a produção traz à tona dilemas existenciais e representações metafóricas de uma vida limitada devido a impredimentos socias, religiosos, políticos e até mesmo culturais.

Como pouco se tem feito nos últimos anos, a obra é uma mistura de drama e ficção científica. E sua história é, de fato, envolvente.

Narrada por Khaty (Carey Mulligan), conta-se a trajetória de três amigos: Khaty, Tommy (Andrew Garfield) e Ruth (Keira Knightley), que se conheceram em uma escola onde os alunos são ensinados e criados exclusivamente para doar seus órgãos para o restante da humanidade.

A história é contada a partir do momento em que a personagem percebe, que em pou…

Eu vi o índio no casamento real

Osama is dead! Dead?

11 de setembro de 2001. Duvido que alguém com mais de 15 anos não lembre desta data e não saiba que assunto me refiro. A escalada do Jornal Nacional neste dia era assim: “11 de setembro de 2001. Uma terça-feira que vai marcar a história da humanidade. A maior potência do planeta é alvejada pelo terror (...)”. Neste dia, dois aviões seqüestrados colidiram com as Torres Gêmeas do World Trade Center, em Nova York.  Já outro avião chocou-se contra o Pentágono, em Washington, também nos Estados Unidos. Quase três mil pessoas morreram. Líder da Al Qaeda e considerado o homem mais procurado do planeta, Osama Bin Laden conseguiu “sabe-se-lá-como” se ocultar da grande potência mundial por quase uma década. Era de se esperar que se escondesse em buracos onde só ratos se enfiam, mas ele foi além. Montanhas paquistanesas foram bombardeadas, fotos do terrorista foram digitalmente envelhecidas para tentar dar mais pistas, militares olhavam a população como se cada um tivesse um Osama dentro de si...…

Vamos ler o mundo

Eu vi o índio no anunciamento oficial da morte do Osama

O flamejante Cisne Negro

O índio sumiu...

Chegou o frio e o índio do trevo resolveu passear


 - Participe desse post com a sua colaboração - Memerize!

Certas Insertas

Fragmento do Jornal: Esquema Oeste

Guarapuava, 7 - 13 de junho de 1972

Coluna de Elias Farah


Fonte: Arquivo Histórico da Unicentro

FRAGMENTOS

Seleção de textos publicados em jornais antigos de Guarapuava.

MEMERIZE - Juntem-se a nós!

Meme é tudo que se aprende por cópia a partir de uma outra pessoa, alguém faz, você vê, gosta e copia. A evolução de um meme é quase sempre viral e exponencial.