3.5.11

Vamos ler o mundo


Como todos devem saber, em uma ação “bem sucedida” das forças armadas americanas, foi morto Osama Bin Laden, o “terrorista” mais procurado pelos Estados Unidos da América.
Porque temos tanta dificuldade de entender o Oriente? Com nossa cultura extremamente Ocidental, o Oriente ainda é muito distante em nossas mentes do que geograficamente. Por nossa ignorância, assumimos um discurso nem sempre isento sobre toda esta guerra travada pelos Estados Unidos e países do Oriente Médio e cultivamos uma opinião equivocada sobre vários aspectos da cultura daquele povo.
“Os Estados Unidos estão combatendo o terrorismo” é o que mais se ouve por ai. Mas afinal, o que é terrorismo? Será que os intermináveis bombardeios americanos não podem ser considerados terrorismo? Com certeza, para que mora nas regiões atacadas deve ser um terror caminhar pelas ruas tomadas por forças estrangeiras. Assim com para os atingidos por ataques na América ou na Europa também se sentem “aterrorizados”.
Não quero aqui defender ninguém. Penso que falta bom senso de ambos os lados. O que quero chamar a atenção é para nossa cultura de ler. Isso mesmo, cultura de ler. Não a cultura de sempre ler o jornal, revista, livros... enfim, se manter informado,mais sim ler o mundo, como nos ensina o mestre Paulo Freire.
Se analisarmos o contexto vamos ver que as coisas são bem mais complexas do que imaginamos. Há um grande interesse principalmente econômico que motiva as ações. E o pior, isso vem de muitos anos, mesmo assim não conseguimos ter uma compreensão do que motiva os mútuos ataques.
Ler é um espetáculo. A leitura nos torna pessoas melhores, muito se fala sobre isso, e ninguém discorda. Mas o que quero propor neste texto é reafirmar o que nos ensina o grande Professor Paulo Freire. “A leitura do mundo precede a leitura da palavra, daí que posterior leitura desta não possa prescindir da continuidade da leitura daquele. Linguagem e realidade se prendem dinamicamente. A compreensão do texto a ser alcançada por sua leitura crítica implica a percepção das relações entre o texto e o contexto” A importância do ato de ler, Paulo Freire.
Portanto, proponho que todos nós façamos em nosso dia a dia um exercício diferente: ler criticamente. Ou como diz Freire, vamos ler o mundo.

imagem do blog: http://psieduart.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
| Design by Free WordPress Themes and Kurpias| Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes and Kurpias |