29.6.11

O nosso pinhão

Independente da maneira de preparo, o pinhão é muito apreciado pela população do sul do Brasil. Além de ser delicioso, o fruto da Araucária- ou Pinheiro do Paraná como é mais conhecido, é um integrante da cultura do estado.
O pinheiro é uma árvore alta, pode atingir até 50 metros de altura e um diâmetro de até 2,5. Além do sul do Brasil, a araucária pode ser encontrada em algumas regiões do Paraguai e Argentina. No século XIX, a árvore símbolo do Paraná foi intensamente extraída, devido seu alto valor econômico. Hoje, apesar de ainda acontecer, existe uma forte fiscalização para coibir a extração da mata nativa.
Uma lenda envolve o pinheiro com uma ave, a gralha Azul. Segundo a lenda, foi uma gralha, com penas negras que salvou a mata das Araucárias no Paraná.


LENDAS

Reza a lenda que, esta gralha negra, estava no alto de um pinheiro repousando em um galho. O silêncio da mata foi quebrado e a gralha despertou, pelo som dos golpes de um machado.
Para não presenciar a morte do pinheiro, a ave voou o mais alto que pode, alcançando a altura das nuvens. Lá no céu, ouviu uma voz divina:
“Gralha negra, retorne aos pinheirais. Se assim fizeres serás revestida com penas azuis da cor do céu e sua missão será de recolher as sementes e plantar pinheiros”
A gralha voltou e foi recoberta por penas Azuis Celeste, exceto ao redor da cabeça onde permaneceu com penas pretas. Ela então retornou aos pinheirais e passou a espalhar a semente da araucária, conforme o desejo divino.

VERDADES

A lenda tem origem no comportamento da gralha Azul. A ave, que se alimenta do pinhão, tem o hábito de enterrar as sementes e conseqüentemente plantar pinheiros.
Na época em que o pinheiro frutifica a gralha recolhe o pinhão e enterra no intuito de se alimentar do fruto posteriormente. O local em que a gralha “guarda” o pinhão é propicio para sua germinação, ou seja, o nascimento de uma nova arvore. Como faz isso com várias sementes, muitas são esquecidas pela ave e se tornam novos pinheiros.

Um comentário:

  1. só tem um erro grotesco aí... o pinhão é semente, e não fruto!

    ResponderExcluir

 
| Design by Free WordPress Themes and Kurpias| Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes and Kurpias |