26.10.11

Co ivi oguerecó yara!






Considerado um personagem lendário em nossa região, o Cacique Guairacá se tornou conhecido por defender com bravura nossas terras contra a invasão castelhana.


Nas publicações mais antigas, nosso índio visitou diversos lugares, participou de diversos eventos e hoje, mais uma vez, é assunto em nosso blog.
Dias atrás, folheando um livro sobre a cidade de Guarapuava, chamou-me a atenção a parte em que falava sobre lendas e realidades do cacique Guairacá.


No início do século XVII, espanhóis tentavam escravizar os índios. Os índios, por sua vez, sob o comando do cacique Guairacá, resistiam com destemor.
Devido a essa resistência, foi proposto ao rei espanhol que não se tentasse mais a conversão dos índios por meio de armas, e sim através de missionários que levassem até eles a palavra de Deus. Tem-se, então, o início dos trabalhos jesuítas.


Durante muito tempo, os europeus vinham sofrendo derrotas, todas elas comandadas pelo cacique Guairacá. Conta-se que, pronunciando sempre o grito de guerra “Co ivi oguerecó yara” (esta terra tem dono), ele garantiu a vitória em diversas batalhas. Existem registros de inúmeras cartas de padres e membros do exército espanhol que relatam a bravura do índio que “deixava estendida sobre as planícies, toda a infantaria composta de 500 milicianos”.

Um dos relatos que se tem sobre a vida de Guairacá é que certa vez, em busca de índios para catequizar, o padre Tomaz Fildi acolheu quatro índios que procuravam se abrigar de um temporal. Um deles contou ao padre que o Guairacá era o principal cacique de sua aldeia e que por ser muito bravo não acreditava em Deus e não queria ser cristão.


Com medo da reação do cacique por ter contado, o índio não quis voltar para sua aldeia. Os outros três que haviam ouvido toda a conversa, denunciaram o que havia ficado. Guairacá, então, reuniu seu exército e atacou o acampamento jesuíta. Travou-se a batalha entre soldados espanhóis e a tribo do cacique que, com medo dos tiros, acompanhava de longe a retirada do exercito inimigo. O exército europeu ganhou reforços e resolveu contra atacar. Durante a batalha, mataram o cacique Guairacá, fazendo com que o restante de sua tribo debandasse. Com sua morte, os outros caciques acabaram por se aproximar dos jesuítas.

Sobre o cacique Guairacá, figura tão conhecida pelo povo guarapuavano, tem-se muitas histórias. Ainda que tenha um caráter lendário, todas as versões confiram que essa figura realmente existiu e que era um líder muito respeitado por todos os índios das grandes tribos guaranis.

Fonte: Guarapuava: seu território, sua gente, seus caminhos e sua história - Nivaldo Kruger.

2 comentários:

  1. Usam os índios para romantizar a história de Guarapuava e região, enquanto isso os mesmos índios na atualidade são discriminados, marginalizados, tem que viver nas ruas vendendo balaios, sofrendo preconceito de gente mesquinha e hipócrita.

    ResponderExcluir
  2. José Ronaldo Fassheber30 de outubro de 2011 19:52

    Além de se tratar de UMA GRANDE MENTIRA essa história de que Guairacá era índio local e que tenha repetido a famosa frase do índio uruguaio Sepet Araju

    ResponderExcluir

 
| Design by Free WordPress Themes and Kurpias| Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes and Kurpias |