13.5.12



Tradição europeia é relembrada no Brasil

Comunidade de Entre Rios mantém  a tradição de erguer a árvore de Maio

 Alto, imponente, ele lança sua copa para o céu. Do alto da árvore de maio pendem fitas coloridas, fixadas nas guirlandas caprichosamente distribuídas pelas meninas da tradição. Em um final de tarde muito frio, jovens se reúnem para fazer os preparativos do Maibaumfest, relembra a tradição europeia. Lá a árvore de maio é erguida na entrada da primavera para celebrar a abertura das flores e a alegria que vem com essa estação. No Brasil, a tradição se mantém a mais de 60 anos, desde a vinda dos suábios do Danúbio.
Lembro-me da minha adolescência quando meus amigos e eu nos preparávamos para aquele dia especial. Sempre na véspera do dia primeiro de maio, reuníamos no clube da juventude. Havia muito a ser feito, pois estávamos preparando o Maibaum, ou seja, a árvore de maio. As meninas cuidavam das guirlandas que deveriam ser trançadas com os galinhos verdes, já providenciados durante a tarde pelos meninos. Enquanto as meninas esforçavam-se para enfeitar as coroas com inúmeras fitas coloridas, que naquela época, eram de papel crepom. Enquanto os meninos preparavam o tronco recortando o topo que deveria receber uma ponta de pinheirinho, que depois de pronta, também seria enfeitada com papel crepom.
Na hora de erguer a árvore, os rapazes uniam forças, manobrando as tesouras de madeira que serviam de apoio. Às vezes, colocávamos garrafas de vinho na copa, simbolizando a boa safra. Na Europa, em algumas regiões, os rapazes fazem disputas para ver quem conseguiria chegar ao topo e retirar as garrafas do topo. Aqui no Brasil a disputa é entre os jovens de cada uma das colônias. Cada comunidade ainda tem sua própria árvore e a disputa é para ver quem têm a árvore mais alta ou as coroas mais bonitas. Depois de erguido o Maibaum, ele fica durante todo o mês enfeitando a frente dos clubes. Concluídos os trabalhos, é hora de comemorar. Um grupo de danças oficializa o trabalho concluído e noite prossegue com comes e bebes, oferecidos geralmente pelo representante de cada estabelecimento ou da comunidade no qual a árvore tremulará suas fitas durante os próximos trinta dias.
Nos últimos anos, a Fundação Cultural Suabio-Brasileira vem agregando ainda mais ferramentas para a manutenção da tradição do Maibaum. No dia primeiro de maio de cada ano, promove um grande evento. Não apenas os jovens participam, mas sim, toda a comunidade. Neste ano, a festa contou com mais de 1000 pessoas e foi realizada na Praça Nova Pátria. Além de comida típica alemã, o evento ofereceu inúmeras apresentações culturais, com integrantes da comunidade de diferentes idades, dos três aos noventa anos. Dessa forma  promove integração e entretenimento ao público presente. A cada ano, cresce o número de pessoas que prestigiam a festa, vindos até de outras regiões do Paraná e do Brasil.
                                                                                                                                                                                      KMD



Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
| Design by Free WordPress Themes and Kurpias| Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes and Kurpias |