13.7.13

Cultivo, cultura, cuidado...

Cultivar ações, crenças e modos de pensar. Do latim, colere, cultivo, é originada a palavra “cultura”.  Pode ser conceituada como “cuidado”, o cuidado de compartilhar as tradições e de mantê-las, conservando a identidade de um povo.
A utilização da palavra começou relacionada à agricultura, referindo-se ao conjunto de ações necessárias para a conservação da terra e de suas produções, mas foi adaptada para os conceitos sociais, traduzindo a tentativa de perpetuação de comportamentos.
Antes denominada “erudita” ou “popular”, a cultura se dividia entre as classes, sendo direcionada para as classes dominantes de forma mais conceitual e passava para o povo de forma mais bruta, como um esboço do que acontecia em exposições caras e teatros. Hoje, com a facilidade proveniente dos novos meios de comunicação e coleta/divulgação de informações, o acesso à cultura também foi facilitado. 
Por meio da internet, as novidades culturais de todos os lugares do mundo se concentrem em uma simples pesquisa, fazendo com que o erudito e o popular se dissolvam e misturem, e cheguem a públicos distintos, barata ou gratuitamente.
Essa mistura permite que as pessoas tenham contato com outras realidades, outros modos de ver o mundo e de vivê-lo. Novas ideias poderiam parecer agressivas para a conservação de tradições, se a cultura não se adaptasse às novas condições.
Atualmente, a cultura pode ser denominada como dinâmica, e se manifesta das mais diversas formas: na maneira de vestir, falar, pensar, nas danças e canções, nos métodos de ensino e aprendizagem, nos preconceitos, nas preferências... Tudo o que relaciona hábitos sociais, relaciona também a cultura.

Texto e foto: Camila Germano Barp.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
| Design by Free WordPress Themes and Kurpias| Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes and Kurpias |