14.7.14

A estima pela bebida artesanal torna grandes degustadores em pequenos empresários


Há 4000 a.C, surgia, na Mesopotâmia, a bebida que criaria um laço de amor entre os homens

Cerveja, gelada, bera, lora, a fama da mistura de malte, fermente, lúpulo e água é tanta que se torna quase impossível a possibilidade de conhecer alguém que não tenha experimentado a receita.  Entre algumas pessoas a relação com a cerveja é um caso de amor, este é o exemplo do empresário Elson Glinski.

Elson, junto com seu cunhado Avonir Funes, conta que o apreço por bebidas vem de anos. Após provar inúmeras receitas tanto de cerveja quanto de chopp, resolveram, em 2009, fabricar seu próprio chopp, Prosit Tutti.

Em cinco anos, com sede própria na cidade de Irati, desenvolveram cinco receitas de chopp artesanal, mas, atualmente, dedicam-se a apenas duas; Chopp Larguer, com uma fermentação que dura 20 dias e o chopp AIL, com 40 dias de fermentação.

Hoje, a produção é de 400 litros por mês, a maioria degustados por Elson, Avonir e os privilegiados que fazem parte dos seus ciclos de amizades.  Mas, aos poucos, o empresário está conquistando seu espaço. O chopp já está disponível em um pub da cidade, em festas particulares e busca por espaço no mercado regional.

O que era amor, está virando negócio, quando pergunto sobre os planos para o futuro o empresário conta que em sua lista está uma cervejaria com capacidade para 10 mil litros por mês. Sendo assim, poderá atender toda a região. “ Um grande entrave está nos impostos e nos insumos, a maioria das coisas para fabricar o chopp são importadas. Mas um negócio nessa área é importante para a cidade, pois atrai tributos, assim como ampara o turismo”, conta o empresário.

Diferença entre chopp e cerveja
O processo de produção das duas bebidas é idêntico, mas no final a cerveja é pasteurizada e o chope não, com isso sua duração é inferior a da cerveja, tendo no máximo quinze dias de duração um barril.
“No momento em que a chopp circula na serpentina da chopeira ocorre uma perda de CO2, assim a acidez diminui e a bebida agrada ao paladar do cliente”, conta Elson.





Proprietário Elson. Chopp Prosit Tutti
 também é engarrafado
Cinco anos de Prosit Tutti























Texto: Amanda Bastos Maciel
Foto: Jaime Martini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
| Design by Free WordPress Themes and Kurpias| Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes and Kurpias |