21.6.16

Já pensou?


Acordo mais um dia. Lavo o rosto, penteio o cabelo, escovo os dentes e sigo para minha rotina. Nos noticiários desgraças. O ser humano realmente gosta de saber do sofrimento do outro. Entre uma notícia e outra, aparece uma galinha que foi enfim devolvida ao dono. As notícias boas costumavam ser melhores.
                Ahhh, previsão do tempo. Depois de tanta chuva, um pouco de sol. Talvez a tempestade permaneça para alguns. Maju, sempre tão animada. Como será que ela se sente lendo esses comentários em sua foto? “Por que não colocam uma loira gostosa ai?”, pergunta um internauta. #SomosTodosMaju está estampado no mundo virtual.
                Vou assistir a minha novela, ficção é sempre melhor que a realidade. Tais Araújo está fazendo um papel incrível, tão admirável que resolvi segui-la em uma rede social. “Quem postou a foto dessa gorila”, é um dos primeiros comentários. Ridículo! Deplorável!
                Vou escutar uma música. Pagodinho ou funk, sempre são muito animados. Mc Nego do Borel, é xingado pelos fãs no show, isso é triste! Mas e o pagodinho? Anda bem, anda só alegria. Vi uma reportagem do Thiaguinho alguns dias atrás em um restaurante muito fino. “Esse caro realmente é seu?”. Manobrista desinformado achou que Thiaguinho era um preto qualquer. Julga sem conhecer o seu talento.
                Enfim é verão, é fevereiro, é Carnaval. Espero que agora tudo mude. Músicas alegres enchem meus ouvidos. Mulatas lindas desfilam. “Nossa que cabelo de Bombril”. É a loira mais rica do mundo falando. Coitada! Acha que dinheiro compra tudo. Ludmilla que não é boba nem nada, responde seu comentário muito educadamente em uma rede social. Será que a loira realmente é a mais rica entre as duas?

                Nossa, que vida sofrida das pessoas que tem a pele mais escura. Sorte que isso só acontece com quem está na televisão. Já imaginou se o meu vizinho negro e pobre, que não tem como comover tantas pessoas, passasse por esse preconceito todos os dias? Já pensou se ele ouvisse algo do tipo e tivesse que fingir um sorriso para ser menos constrangedor? Já pensou se as pessoas como essas o fizessem odiar o seu cabelo, a cor da pele ou o formato do seu corpo? Seria bem triste.


Texto: Daiane Cristina  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
| Design by Free WordPress Themes and Kurpias| Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes and Kurpias |