30.8.17

RESUMO DA OBRA "TODA POESIA", DE PAULO LEMINSKI


No Livro Toda Poesia é possível encontrar tudo que foi escrito e publicado por Leminski. O texto é curto, mas possui muita profundidade naquelas palavras. Caminhar pelas páginas do livro é viajar pelos sentimentos que perpassam cada poesia. Deparamos com temas sobre o amor, a vida, alegrias, medos, tristezas são assuntos que permeiam o cotidiano de cada um. Quem é Paulo Leminski?
Poeta, escritor, crítico literário, letrista. Sua poesia deixou marcas, porque ele inventou uma maneira própria de escrever (trocadilhos, brincadeiras, ditados populares e influência do haicai), como também se utiliza muito das gírias, palavrões de uma forma bem interessante. Paulo Leminski Filho nasceu em 24 de Agosto de 1944. Filho de Paulo Leminski e Áurea Pereira Mendes. Ingressa aos 12 anos no Mosteiro de São Bento (SP) e aprende latim, teologia, filosofia e literatura clássica. Entretanto em 1963, abandona a vocação religiosa. Participa da Semana Nacional de Poesia de Vanguarda, no mesmo ano. Nessa semana conhece Augusto de Campos, Décio Pignatari e Haroldo de Campos – criadores do movimento Poesia Concreta. Paulo Leminski faleceu em Curitiba em 7 de junho de 1989.

Em sua trajetória, Leminski aproxima-se de Augusto de Campos. Essa aproximação rende a participação na Revista Invenção, onde publicará seus primeiros poemas. A influência do Concretismo pode é perceptível na sua disposição poética para o humor, pois entre os elementos do movimento é o exercício de (des) montagem de palavras sobre o papel que coloca em jogo as relações sintáticas e semânticas. Esses traços, do concretismo, na poesia leminskiana traz a eminência do rigor formal, da estrutura que acarreta a construção do poeta crítico.

Leminski recebe influencias dos poetas modernas como Mallarmé, Rimbaud e vários outros que vivenciaram posturas de ruptura, além de que o poeta é formado em um contexto de contracultura. A linha do poeta está voltada para a poética da resistência, da negação da modernidade. Essa resistência mostra um elemento que segue para o espírito das vanguardas (concretismo). Podemos citar as posturas marginais que encontramos em suas poesias, foi absorvido entre os concretos e equilibrados com o seu despojamento contracultural. Toda Poesia é a coletânea completa das poesias que fogem dos clássicos que sempre vemos nas escolas, no dia a dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
| Design by Free WordPress Themes and Kurpias| Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes and Kurpias |