22.9.11

O festival que virou moda
















A iniciativa da Unicentro, em comemorar seus 21 anos com a organização de um festival, é uma questão que merece muitos elogios. A universidade contribui não só com a cultura, mas também reacende o costume dos festivais de música. O Festival Universitário da Canção tem 42 candidatos na disputa, entre composição própria e interpretação. Mas para quem acha que o festival da Unicentro é o único de nossa região, aconselho que leia esse texto pois apresentarei aqui o Fecades, festival de uma comunidade religiosa da cidade.

Um festival de música sertaneja sediado em um dos bairros de Guarapuava. Não teria nada de anormal se fosse uma festa que atingisse apenas uma comunidade. Mas na verdade esse evento tornou-se grande a ponto de pessoas de outras regiões participarem. Ele é realizado pela paróquia Divino Espírito Santo, na Vila Bela.


Festival da Canção do Divino Espírito Santo, o Fecades como é chamado, foi criado no ano de 2004. A partir daí começou a ser realizado todos os anos, já são oito edições. No inicio os organizadores não pensavam em ter resultados expressivos, mas como o resultado surpreendeu logo na primeira edição, a Paróquia resolveu continuar com a principal atração da festa.


Todos os anos sobem ao palco pessoas de diferentes cidades, inclusive da capital paranaense, e até mesmo de outros estados como Santa Catarina, por exemplo. Sílvia Oliveira, organizadora do evento, acredita que não é apenas a premiação que chama atenção das pessoas, mas também o respeito e prestigio que o festival adquiriu nesses sete anos. Ela conta que pessoas que participaram do festival, hoje seguem carreira profissional. "A dupla Dinei e Alex que hoje nos presta serviço com a banda, começaram aqui no Fecades", comenta. Os dois músicos já se apresentaram no festival e foram vencedores em duas edições.



Sílvia, que há anos organiza o evento, acredita que ele se tornou parte da cultura da comunidade. Ela considera o evento como uma contribuição social. "É um evento que traz entretenimento e diversão para as pessoas", opina. Segundo ela, todos os anos, a equipe organizadora que conta com dez integrantes, todos voluntários, ao final de uma edição começa a pensar na próxima que está por vir. A ideia é trazer novas atrações, sempre inovando para que o Fecades continue caindo no gosto das pessoas, fazendo parte da cultura do local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
| Design by Free WordPress Themes and Kurpias| Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes and Kurpias |