21.11.12


Copa do Mundo volta ao país do futebol


Kamila Dussanoski
          A Copa do Mundo FIFA de 2014 que será a vigésima edição, acontecera no Brasil. A competição esportiva será disputada entre 12 de junho e 13 de julho.
A expectativa de grande parte dos brasileiros era grande desde a Copa na África, mas a noticia se tornou oficial no dia 30 de outubro de 2010. O comunicado aconteceu durante uma reunião no comitê executivo da FIFA, na Suiça, onde estiveram presentes importantes autoridades.          
Essa será a segunda Copa realizada no país, ainda com magoas da primeira que aconteceu em 1950, já que em terras nacionais foi vista uma festa Uruguaia, calando um Maracanã lotado e fazendo milhares de brasileiros chorar. E em 2014, 64 anos depois, os fanáticos por esse esporte que é paixão nacional, terão a chance de mais uma vez verem de perto o maior evento esportivo do mundo.     
          No dia 30 de junho de 2011, aqueles que esperam ansiosamente a chegada de 2014 puderam sentir um gostinho de como vai ser, pois ocorreu o primeiro evento oficial, o sorteio das chaves das eliminatórias para o mundial, esta que contará com 166 seleções brigando por 32 vagas, o Brasil por ser anfitrião, já está automaticamente classificado e então não participará, e posso falar? UFA, hein Mano?!
          Mas, voltando ao assunto e como nem tudo são flores e é impossível agradar a todos, existem as dificuldades, além do futebol, em sediar um evento de tamanha importância e a também aqueles que não concordam. Pois parte dos gastos, que não serão poucos, será bancado pelos cofres da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), mas tem a outra parte que é os gastos com infraestrutura nas cidades onde acontecerão os jogos, e essa fica por conta do estado, ou seja, dinheiro público e é ai que entra a contestação por parte de alguns. De um lado o questionamento: ‘’porque não investir na saúde pública?’’ ‘’na educação’’ ou tantos outros meios, de outro lado os argumentos do tipo ‘’ com a Copa o número de empregos aumentará’’ ‘’
o fluxo turístico, promoverá a revitalização de áreas urbanas e garantirá investimentos de peso no país’’ e também tem os apaixonados. Mas essa é uma briga que vai longe.      
          As cidades da Copa serão Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Brasília, Cuiabá, Manaus, Fortaleza, Salvador, Recife e Natal e para receber o mundial, o governo precisa investir, trabalhar e correr contra o tempo. Mais que construir estádios é preciso se preocupar com a segurança e condições que o país tem hoje e terá até 2014.         
          No inicio se falava não apenas em ter condições de organizar uma Copa, mas fazer dela a melhor de todas, e hoje, mesmo que façam de conta que não, a realidade é outra. As exigências da FIFA são rigorosas e nenhum estádio brasileiro tinha condições para isso, todos precisavam de obras, adaptação e até mesmo novas instalações. Hoje grande parte destas obras se encontram atrasadas, operários já fizeram muitas greves, exigem altos salários, violência e falta de segurança cada vez maior no país e falando em futebol? Ai nos falta um técnico e um time que volte a despertar no brasileiro o prazer em torcer por nossa seleção.     
          Sediar uma Copa é hospedar 32 equipes durante um mês e criar estrutura para a realização de 64 partidas que serão disputadas em todo o país.
A verdade é que faltam pouco mais de 550 dias para a Copa, e ela vai acontecer, só não sabemos em que condições e que resultado teremos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
| Design by Free WordPress Themes and Kurpias| Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes and Kurpias |