30.4.15

Greve continua por tempo indeterminado na Unicentro



Mais de 500 docentes estiveram presentes

Na tarde desta quinta-feira (30) os professores da Unicentro, nos campi de Guarapuava e Irati, aprovaram a continuidade da greve em uma assembleia que reuniu mais de 500 docentes, a suspensão do calendário universitário já foi aprovada e será encaminhada para os conselhos.

Atos para o esclarecimento dos motivos sobre a continuidade da paralização serão feitos, assim a comunidade poderá estar informada sobre o assunto. Porém os principais motivos já foram divulgados: os atos de violência comandados pelo Governo do Estado contra os professores e a aprovação do Projeto do Paraná Previdência.


Segundo o site Central Cultura ambas as assembleias aprovaram por unanimidade que vão solicitar aos conselhos universitários que aprovem uma moção de persona non grata aos três deputados guarapuavanos que foram favoráveis ao projeto da previdência. Segundo os docentes, os deputados Artagão de Mattos Leão Junior (PMDB), Bernardo Ribas Carli (PSDB) e Cristina Silvestri (PPS) votaram contra os servidores paranaenses e merecem o repúdio dos educadores. 


Foto: Central Cultura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
| Design by Free WordPress Themes and Kurpias| Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes and Kurpias |